18 de abril de 2015

Caso Geovane: Comandante anuncia abertura de processo administrativo e afasta policiais

POR LUANA RIBEIRO / ESTELA MARQUES

Caso Geovane: Comandante anuncia abertura de processo administrativo e afasta policiais
Foto: Renata Farias / Bahia Notícias
Durante apresentação dos 11 policiais militares envolvidos na morte de Geovane Mascarenhas, em 2 de agosto de 2014, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, anunciou a abertura de processo administrativo disciplinar contra os agentes. O “documento interno” vai avaliar a conduta do policial para determinar sua permanência ou não na corporação. A partir da abertura e ao longo do processo, os policiais passarão a servir em atividades administrativas. “Por esse comandante, nós já estamos dando essa resposta à sociedade. É um fato que marca a vida, o bem maior que tanto defendemos e defendo a todo instante. Não iremos aceitar posturas como essa na nossa instituição”, declarou o militar em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (17), na sede do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA).

Bahianotícias

NOTA DE SOLIDARIEDADE: CAMPANHA PARA AJUDAR A NOSSA IRMÃ DE FARDA JANDIRA ACE

Jandira Agente de Combate ás Endemias de Salvador

Quem é mãe sabe o amor que tem pelo seu seu filho, foi pensando nisso que a direção da AACES vem fazer esta campanha para ajudar a nossa irmã de farda Jandira Brito da Silva lotada no combate a Raiva C.C.Z, o seu filho Renato Brito Alves Silva se encontra internado em São Paulo no INCOR Instituto do Coração pois está acometido com uma doença rara no coração e precisa realizar um transplante deste órgão, o SUS vai cobrir os procedimentos, mas nossa irmã vai precisar se afastar do trabalho consequentemente ira perder algumas gratificações, transporte e alimentação, como também precisará de um recurso financeiro maior para sua estadia e do seu filho em outro estado que não é nada barato.

A mãe Jandira ao lado de Renato seu filho que está lutando pela vida, para realizar um transplante de coração,

Por isso quem puder ajuda-la através de doação financeira ou entrando em contato com a mesma e fazer do seu jeito com apoio financeiro ou moral, estamos disponibilizando seu contato e sua conta bancaria, a união faz a força, vamos ser solidários abraçando esta campanha, afinal somos uma família e não podemos deixar Jandira em falta  num momento tão delicado com seu filho.

Tel 071 8885-3703 Conta Corrente: 70482-2 Agencia 3553 Bradesco

17 de abril de 2015

MOBILIZADORES DO SUBÚRBIO CONVIDA

Acontecerá hoje das 8 ás 12 horas no teatro de Plataforma um grande evento idealizado pelo grupo de mobilização do distrito subúrbio ferroviário no combate a dengue.


Acesso a serviços de saúde será ampliado com consórcios

Proposta apresentada como alternativa para ampliação do acesso aos serviços de saúde, os consórcios estão sendo apresentados a prefeitos e secretários municipais em uma série de encontros. Nesta quinta-feira (16), os gestores das microrregiões de Porto Seguro, no sul do Estado, e de Senhor do Bonfim, norte baiano, conheceram detalhes da conformação dos consórcios. A apresentação feita pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, no encontro realizado em Salvador.
A captação de recursos públicos adicionais, para reduzir e racionalização dos custos operacionais e o fortalecimento das instâncias locais e regionais foram algumas das vantagens pontuadas por Fábio Vilas-Boas. "A ideia é que tenhamos 28 consórcios de saúde em todo o estado. Vamos iniciar com pequenas experiências e à medida que o projeto for se consolidando iremos incorporando serviços como laboratórios e hospitais de pequeno porte", afirmou o Secretário.
O prefeito de Itapebi, Francisco Brito, avalia como positiva a iniciativa da formação de consórcios. "È salutar o governo do estado desenvolver este projeto junto com os municípios. É uma unanimidade entre os prefeitos da microrregião de Porto Seguro que é uma alternativa para expansão dos serviços", disse Francisco Brito.

Na apresentação ainda foi explicado que o governo estadual terá participação direta no projeto, entrando com o aporte financeiro de 40%. Além disso, o governo está constituindo comissões técnicas em órgãos estratégicos como a Sesab, Procuradora Geral do Estado e Secretaria do Planejamento para dar apoio aos municípios na formalização dos consórcios em suas regiões.
SESAB

COMO FUNCIONA UM CONSORCIO DE SAÚDE?


Principais Características
  • Consórcios são instrumentos de suporte ao fortalecimento da gestão, de forma descentralizada, no apoio à organização e prestação de serviços públicos.
  • Podem atuar em diversas áreas de atividades para beneficiar a população e melhorar o acesso e a qualidade da prestação de serviços.
  • Podem ser desfeitos a qualquer tempo, mas os entes consorciados respondem pelos compromissos assumidos.
  • Prestam contas dos recursos recebidos e aplicados junto aos orgãos de controle público, por meio de fiscalização e auditoria a que são submetidas todas as instituições e pessoas jurídicas que recebem recursos públicos.
  • A participação é um ato voluntário. Nenhum ente federativo é obrigado a consorciar-se ou manter-se consorciado.
Saiba mais no site dos Consórcios de Saúde da Bahia
SESAB


Créditos do 'Nota Salvador' poderão ir para celular e passagens de ônibus

Novidades foram apresentadas pela prefeitura nesta terça-feira (31). App que permite emissão de notas fiscais por celular também foi lançado.
Créditos do 'Nota Salvador' poderão ir para celular e passagens de ônibus
Os créditos obtidos por meio do programa Nota Salvador, criado pela prefeitura com o objetivo de estimular a emissão de documento fiscal pelas empresas na capital, poderão ser transferidos para celulares de todas as operadoras ou cartões do Salvador Card. Além disso, um aplicativo para smartphones e tablets possibilitará a emissão de notas fiscais pelo celular.
As novidades do programa foram lançadas nesta terça-feira (31), pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário da Fazenda Paulo Souto, e passam a valer a partir de maio.
Para transferir o crédito para celular, o usuário do programa deverá ter um saldo mínimo de R$ 5 na "conta" da Nota Salvador.
A carga será por múltiplos de R$ 5, limitado a R$ 60 mensais para cada telefone. Cada usuário poderá cadastrar até cinco números de celulares pré-pagos ou controle. Os celulares cadastrados não podem ser corporativos. O bônus gerado no celular será o dobro do valor transferido - ou seja, ao transferir R$ 5, o celular receberá R$ 10 em créditos.

No caso do Salvador Card, não existe limite mínimo ou máximo para transferência. Poderão ser indicados até três cartões diferentes - a indicação será feita pelo titular cadastrado no programa.
Os usuários do cartão serão identificados pelo número do CPF, que deverá ser o mesmo cadastrado no Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps). O crédito não poderá ser feito para bilhetes avulsos.
Uma vez indicados os cartões, estes só poderão ser alterados no portal após o prazo de 90 dias, a contar da primeira conversão. Pessoalmente, a troca poderá ser feita a qualquer momento nos postos de atendimento.
Após a solicitação de transferência do crédito, a Sefaz tem até 48 horas úteis para remeter o valor para o Setps, que, por sua vez, terá de disponibilizar o crédito em até 72 horas. Para concluir a transferência, os titulares da conta não poderão ter qualquer pendência no Cadastro Informativo Municipal (Cadin).
O programa Nota Salvador permite ainda que os créditos sejam transferidos para a conta corrente, respeitando o limite mínimo de R$ 25, ou em desconto no IPTU.
O prefeito ACM Neto afirmou que a proposta é fazer com que a adesão ao programa seja cada vez maior. Segundo ele, com a emissão das notas fiscais, a prefeitura pode fiscalizar as atividades das empresas. As pessoas que solicitarem a nota também participam de sorteios com prêmios que chegam a R$ 20 mil.

Aplicativo
A prefeitura também anunciou o lançamento do aplicativo da Nota Salvador para smartphones e tablets, que possibilita a emissão de notas fiscais pelo celular, dispensando o uso de computadores e impressoras. Pela ferramenta também é possível consultar e/ou cancelar notas emitidas.
A plataforma permite ainda fazer uma busca aos prestadores de serviços localizados em Salvador por ramo de atividade, nome, bairro, localidade e distância e calcular o tempo de deslocamento, a pé ou de carro.
Ainda conforme a prefeitura, também está disponível para os consumidores o módulo para "reclamação", que permite o registro de reclamações dos prestadores que se recusem a emitir documento fiscal com número do CPF/ CNPJ ou que cometam outras irregularidades.
Ao registrar uma reclamação, o prestador receberá uma comunicação da Sefaz, que deverá ser respondida em até 15 dias. Se, durante a investigação, ficar comprovada a infração, o prestador ficará sujeito a uma multa de 60% do valor do imposto, observada a imposição mínima de R$ 1.200.

"Devolutômetro"

Já em funcionamento, o "Devolutômetro" consiste em um placar que permite aos contribuintes verificar a evolução do quanto em dinheiro já foi devolvido aos consumidores por meio do Programa Nota Salvador.
O programa ficará disponível para a população na fachada do Palácio Thomé de Souza, sede da Prefeitura, e também pela internet. Segundo o executivo municipal, mais de R$ 31 milhões já foram devolvidos aos contribuintes.
Toda vez que alguém solicita a nota de prestação de serviço com número do CPF, recebe de volta 30% do valor pago em ISS. O valor fica disponível por até 15 meses contados a partir da disponibilização do crédito.
Os créditos são gerados todas as vezes que o contribuinte recebe a nota com o número do CPF, independente de ser cadastrado no portal. Os consumidores devem verificar de disponibilidade de créditos para não perdê-los.
O consumidor recebe, para cada nota registrada, independente do valor, um bilhete eletrônico para concorrer a prêmios em dinheiro, e a cada R$ 20,00 (vinte reais) em notas é atribuído adicionalmente um bilhete para participação nos sorteios mensais de 15 mil prêmios em dinheiro. Em quinzes meses, de acordo com a prefeitura, já foram distribuídos mais de 218 mil prêmios.
Da redação/Bahia25Horas

15 de abril de 2015

Notícias do Piso não são boas

Ontem (14), o presidente da Associação dos Agentes Comunitários e de Endemias de Salvador (Aaces), Enádio, esteve em Brasilia para obter informações mais precisas sobre a regulamentação da Lei do Piso, mas não obteve aquela noticia que a categoria tanto almejava. Isso significa dizer que não há uma data definida para que a regulamentação da Lei 12.994 seja feita.  Ou seja, por enquanto, os municípios ainda não "recebem" os recursos especificados para o pagamento do piso nacional dos agentes de saúde.
Além disso, o Grupo de Trabalho (GT) do Ministério da Saúde é fechado, não permitindo que entidades não ligadas ao PT tenham acesso ao trabalho esenvolvido.
Para tentar superar esse obstáculo, sindicatos e associações de todo Brasil estão se  articulando para criar uma Frente Parlamentar de Apoio aos Agentes de Saúde para cobrar o repasse e o reajuste do piso em 2015.
Essa situação demonstra, portanto, a total desvalorização do Governo Federal com esses trabalhadores. Mas  a Aaces está firme nesta luta para exigir o repasse imediato do piso nacional. 

ATENÇÃO CLIMA DE PARALISAÇÃO NA CIDADE

Nossa integridade física é o bem mais precioso que temos, por tanto é o trabalhador que deve decidir sobre sobre sua ida ao trabalho hoje ou não, no entanto temos uma famigerado Projeto de Lei 4330 que é nocivo a classe trabalhadora e realmente temos que reagir, por tanto nossa orientação é só ir trabalhar quem estiver seguro ou que realmente queira ir para o campo, pelo contrario estaremos aqui para dar apoio aos trabalhadores. 

Rodoviários paralisam atividades nesta quarta-feira (15)

Terça, 14 de Abril de 2015 - 18:54 
Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews) | Fotos: Bocão News



Em assembleia realizada no final da tarde desta terça-feira (14) o sindicato dos rodoviários decidiram paralisar as atividades nas primeiras horas desta quarta-feira (15). O ato acontece em concordância à greve geral de movimentos trabalhistas contra a aprovação do projeto de lei de terceirização. Os ônibus voltarão a circular normalmente a partir das 8h, de forma gradativa em toda cidade.

A Aaces reafirma seu posicionamento contra o projeto de terceirização e apoia o movimento dos trabalhadores de modo que devido aos transtornos causados na cidade principalmente em relação ao transporte orienta aos trabalhadores a não colocarem sua integridade física em risco ao tempo que pede bom senso aos lideres em relação aos trabalhadores que dependem do transporte publico para chegarem ao trabalho.

11 de abril de 2015

SUCESSO TOTAL A 1ª Pedalada da Saúde Contra a Dengue e a Chikungunya



Pedalada da Saúde Contra a Dengue e a Chikungunya na Liberdade. Agradeço a Deus e aos colegas pela participação, aos que estavam torcendo para que tudo desse certo, a AACES, Transalvador, a 37ª Companhia de Polícia, ao Projeto Mangueira, aos ACS, aos colegas do Ministério da Saúde, a Coordenação A e B, aos lideres, ao GDVAE, ao XoXô Dengue, ao Conselho de Direitos Humanos da Lapinha, aos grupos de pedalada, ao pessoal de apoio, ao 3º Centro de Saúde, a Academia Power, ao Restaurante Belvedere, aos parceiros, a todos mobilizadores e a Meilton e pela gravação da paródia e a todos que participaram do evento. Deus abençoe e lhes cubra de bênçãos.

Ednalva Soares da mobilização da Liberdade




A direção da AACES tem muito orgulho dos grandes eventos envolvendo a categoria em educação popular em saúde, e em especial aos mobilizadores do distrito da liberdade realmente deram um show de organização e competência, parabéns e contem sempre com sua entidade, unidos somos mais fortes.

 Vejam outras fotos clicando em mais informações abaixo:

COLEGA JORGE ANSEL MO (BOBÔ) JÁ ESTÁ DE ALTA GRAÇAS A DEUS


Bobô 

Segundo informações dos colegas de sua equipe, nosso irmão de farda Bobô já se encontra de alta, gostaríamos de agradecer em nome de sua turma e familiares pela corrente de oração que foi feita pela sua saúde.


'Lei da terceirização é a maior derrota popular desde o golpe de 64' e conheçam os deputados baianos que votaram contra os trabalhadores


Especialista em sociologia do trabalho, Ruy Braga traça um cenário delicado para os próximos quatro anos: salários 30% mais baixos para 18 milhões de pessoas. Até 2020, a arrecadação federal despencaria, afetando o consumo e os programas de distribuição de renda. De um lado, estaria o desemprego. De outro, lucros desvinculados do aumento das vendas. Para o professor da Universidade de São Paulo (USP), a aprovação do texto base do Projeto de Lei 4330/04, que facilita a terceirização de trabalhadores, completa o desmonte dos direitos trabalhistas iniciado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na década de 90. “Será a maior derrota popular desde o golpe de 64”, avalia o professor em entrevista a CartaCapital.
Embora o projeto não seja do governo, Braga não poupa a presidenta e o PT pelo cenário político que propiciou sua aprovação. Ele cita as restrições ao Seguro Desemprego, sancionadas pelo governo no final de 2014, como o combustível usado pelo PMDB para engatar outras propostas desfavoráveis ao trabalhador, e ironiza: “Esse projeto sela o fim do governo do PT e o início do governo do PMDB. Dilma está terceirizando seu mandato”.
Leia a entrevista completa clicando em mais informações abaixo:

10 de abril de 2015

Publicação do Decreto do Piso depende da sanção do Orçamento

Informações obtidas do Ministério da Saúde hoje (10) dão conta de que o Decreto que vai regulamentar a Lei do Piso (12.994) deve ser publicado tão logo o Executivo sancione o Orçamento da União. É importante salientar que a presidenta Dilma tem de 15 a 30 dias para fazer isso. Portanto, em breve, a publicação deve ocorrer.




 


PEDALADA DA SAÚDE CONTRA A DENGUE E CHIKUNGUNYA


CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES 
DATA: 11/03/2015 
GRUPO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE/ DISTRITO LIBERDADE  

PEDALADA DA SAÚDE CONTRA A DENGUE E CHIKUNGUNYA 



Através da Mobilização Social para Prevenção e Controle da Dengue e Chikungunya da Liberdade a  população é convidada a participar da I Pedalada da Saúde que é uma atividade onde ocorre um passeio ciclístico denominado “Pedalada contra a Dengue e Chikungunya”.  
Esta atividade tem como objetivo ampliar a conscientização para o combate à dengue, no Município de Salvador. Neste evento os Agentes de Endemias que atuam na Coordenação da Liberdade junto aos Mobilizadores irão divulgar informações para a população sobre como evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença e alertar para a sua gravidade.  
O evento acontecerá no dia 11/04/15 das 08hs às 12hs, na Praça da Soledade com retorno no Bradesco da Liberdade e Finalizando no Largo da Lapinha. Os participantes serão os ACEs, ACS, 3° Centro de Saúde, Distrito Liberdade, Mobilizadores, GDVAE, CCZ, Ciclistas e Comunidade. Junto aos órgãos da SMS, “TRANSALVADOR, SUCOM, SECIS, LIMPURB, SEMOP” (ofícios em andamento).   
Serão oferecidos serviços para a comunidade tais como: Aferição de Pressão Arterial, Glicemia, Avaliação Odontológica, Higiene Bucal, Orientação Nutricional, Vacinação, Entrega de Preservativos, Orientação sobre DST/AIDS, Atividade Física, Massoterapia, Serviço de Embasa/Coelba, Stand CCZ. 
Para tanto, convidamos a todos para colaborar como parceiros do Grupo de Mobilização Social do DS Liberdade. Na luta contra a Dengue e Chikungunya é preciso que todos participem, pensem juntos e busquem estratégias para engajar a população na luta permanente contra o Aedes aegypti.

9 de abril de 2015

CORRENTE POSITIVA PARA O COLEGA JORGE ANSELMO (BOBÔ)

Bobô 

Encontra se  internado no Tereza de lisieux vitima de infarto nosso colega Jorge Anselmo mais conhecido como Bobô supervisor do distrito sanitário subúrbio Ferroviário precisamente Coutos, a direção da AACES junta se a seus familiares, amigos e colegas nessa corrente positiva  para a rápida recuperação do companheiro que é querido por muitos e nesse momento passa a fazer parte de nossas orações. Força Bobô.

Bobô queremos esse sorriso de volta, são os votos de Aline e toda sua equipe
que também está em oração



CATEGORIA UNIDA JAMAIS SERÁ VENCIDA, PARABÉNS AS MULHERES ACS E ACE,s

Gostaríamos de parabenizar o grupo GDVAE pela iniciativa em homenagear as mulheres agentes de saúde ACE,s , só que não podemos esquecer de também convidar as colegas ACS, afinal somos uma unica categoria, portanto esperamos que no próximo evento as agentes comunitárias não fiquem de fora, fica a dica ok GDVAE.



Gostaríamos de esclarecer que a responsabilidade da convocatória e todo o conteúdo do evento foi do grupo GDVAE.

A CÂMARA FEDERAL APROVOU O PROJETO DE LEI 4.330 QUE FACILITA A TERCEIRIZAÇÃO E A SUBCONTRATAÇÃO DO TRABALHO. DESCUBRA COMO A MEDIDA AFETA SEU DIA-A-DIA

Por Piero Locatelli, da Repórter Brasil
O número de trabalhadores terceirizados deve aumentar caso o Congresso aprove o Projeto de Lei 4.330. A nova lei abre as portas para que as empresas possam subcontratar todos os seus serviços. Hoje, somente atividades secundárias podem ser delegadas a outras empresas, como por exemplo a limpeza e a manutenção de máquinas.

Entidades de trabalhadores, auditores-fiscais, procuradores do trabalho e juízes trabalhistas acreditam que o projeto é nocivo aos trabalhadores e à sociedade. Nesta terça-feira 7, a polícia reprimiu um protesto das centrais sindicais contra o projeto, em frente ao Congresso Nacional.

Descubra por que você deve se preocupar com a mudança:

Nove motivos para você se preocupar com a nova lei da terceirização

1- Salários e benefícios devem ser cortados
O salário de trabalhadores terceirizados é 24% menor do que o dos  empregados formais, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). 

No setor bancário, a diferença é ainda maior: eles ganham em média um terço do salário dos contratados. Segundo o Sindicato dos Bancários de São Paulo, eles não têm participação nos lucros, auxílio-creche e jornada de seis horas.
2- Número de empregos pode cair
Terceirizados trabalham, em média, 3 horas a mais por semana do que contratados diretamente. Com mais gente fazendo jornadas maiores,  deve cair o número de vagas em todos os setores. 

Se o processo fosse inverso e os terceirizados passassem a trabalhar o mesmo número de horas que os contratados, seriam criadas 882.959 novas vagas, segundo o Dieese.
3- Risco de acidente deve aumentar
Os terceirizados são os empregados que mais sofrem acidentes. Na Petrobrás, mais de 80% dos mortos em serviço entre 1995 e 2013 eram subcontratados. A segurança é prejudicada porque companhias de menor porte não têm as mesmas condições tecnológicas e econômicas. Além disso, elas recebem menos cobrança para manter um padrão equivalente ao seu porte.
4 - O preconceito no trabalho pode crescer
A maior ocorrência de denúncias de discriminação está em setores onde há mais terceirizados, como os de limpeza e vigilância, segundo relatório da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Com refeitórios, vestiários e uniformes que os diferenciam, incentiva-se a percepção discriminatória de que são trabalhadores de “segunda classe”.
5- Negociação com patrão ficará mais difícil
Terceirizados que trabalham em um mesmo local têm patrões diferentes e são representados por sindicatos de setores distintos. Essa divisão afeta a capacidade deles pressionarem por benefícios. Isolados, terão mais dificuldades de negociar de forma conjunta ou de fazer ações como greves.
6- Casos de trabalho escravo podem se multiplicar
A mão de obra terceirizada é usada para tentar fugir das responsabilidades trabalhistas. Entre 2010 e 2014, cerca de 90% dos trabalhadores resgatados nos dez maiores flagrantes de trabalho escravo contemporâneo eram terceirizados, conforme dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Casos como esses já acontecem em setores como mineração, confecções e manutenção elétrica.
7- Maus empregadores sairão impunes
Com a nova lei, ficará mais difícil responsabilizar empregadores que desrespeitam os direitos trabalhistas porque a relação entre a empresa principal e o funcionário terceirizado fica mais distante e difícil de ser comprovada. Em dezembro do último ano, o Tribunal Superior do Trabalho tinha 15.082 processos sobre terceirização na fila para serem julgados e a perspectiva dos juízes é que esse número aumente. Isso porque é mais difícil provar a responsabilidade dos empregadores sobre lesões a terceirizados.
8- Haverá mais facilidades para a corrupção
Casos de corrupção como o do bicheiro Carlos Cachoeira e do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda envolviam a terceirização de serviços públicos. Em diversos casos menores, contratos fraudulentos de terceirização também foram usados para desviar dinheiro do Estado. Para o procurador do trabalho Rafael Gomes, a nova lei libera a corrupção nas terceirizações do setor público. A saúde e a educação pública perdem dinheiro com isso.
9- Estado terá menos arrecadação e mais gasto
Empresas menores pagam menos impostos. Como o trabalho terceirizado transfere funcionários para empresas menores, isso diminuiria a arrecadação do Estado. Ao mesmo tempo, a ampliação da terceirização deve provocar uma sobrecarga adicional ao SUS (Sistema Único de Saúde) e ao INSS. Segundo juízes do TST, isso acontece porque os trabalhadores terceirizados são vítimas de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais com maior frequência, o que gera gastos ao setor público.

Fontes: Relatórios e pareceres da Procuradoria Geral da República (PGR), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e de juízes do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Entrevistas com o auditor-fiscal Renato Bignami e o procurador do trabalho Rafael Gomes.

Carta Capital

Relação completa da votação dos deputados Baianos sobre o PL 4330, quem votou SIM está contra os trabalhadores (as)

Acompanhe na relação a seguir quais os deputados que votaram contra ou a favor do regime de urgência para a tramitação do PL 4330, o projeto da terceirização total e indiscriminada que reduzirá direitos dos trabalhadores.

Quem votou sim é, portanto, contra os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.


Bahia (BA) 
Afonso Florence PT Não
Alice Portugal PCdoB Não
Antonio Brito PTB Abstenção
Antonio Imbassahy PSDB Sim
Arthur Oliveira Maia Solidaried Sim
Bacelar PTN Não
Bebeto PSB Não
Benito Gama PTB Sim
Cacá Leão PP Sim
Caetano PT Não
Claudio Cajado DEM Sim
Daniel Almeida PCdoB Não
Davidson Magalhães PCdoB Não
Elmar Nascimento DEM Sim
Erivelton Santana PSC Sim
Félix Mendonça Júnior PDT Sim
Fernando Torres PSD Sim
Irmão Lazaro PSC Sim
João Carlos Bacelar PR Sim
João Gualberto PSDB Sim
Jorge Solla PT Não
José Carlos Aleluia DEM Sim
José Carlos Araújo PSD Sim
José Nunes PSD Sim
José Rocha PR Não
Márcio Marinho PRB Não
Mário Negromonte Jr. PP Sim
Moema Gramacho PT Não
Paulo Azi DEM Sim
Paulo Magalhães PSD Não
Roberto Britto PP Sim
Ronaldo Carletto PP Sim
Sérgio Brito PSD Sim
Tia Eron PRB Sim
Uldurico Junior PTC Não
Valmir Assunção PT Não
Waldenor Pereira PT Não
Total Bahia: 37

8 de abril de 2015

Câmara aprova INFELISMENTE projeto de lei que regulamenta a terceirização


Câmara aprova projeto de lei que regulamenta a terceirização
Foto: João Paulo Lacerda/CNI
O projeto que regulamenta a terceirização (PL 4330/14) foi aprovado na noite desta quarta-feira (8), com 324 votos a favor, 137 contra e duas abstenções. Segundo informações da Agência Câmara, o Plenário da Câmara dos Deputados firmou acordo para que permitir que a votação seguisse seu curso ainda nesta quarta, em vez de ser adiada para a próxima terça-feira (14), como queria a bancada do PT, que recomendou voto contrário à aprovação do PL. Com acordo, apenas as emendas e destaques para supressão de pontos do texto restarão para a apreciação na próxima terça. “O prazo permite que todos conheçam as emendas e apresentem os destaques corretos”, afirmou o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-SP). No projeto, que tem como relator o deputado Arthur Maia (SD-BA), o maior alvo de polêmica é a autorização de terceirização da mão-de-obra para as atividades-fim das empresas. Anteriormente, apenas a subcontratação das atividades-meio era permitida. 

Fonte: Bahia notícias

Vejam quem são os deputados federais da Bahia que votaram a favor do PL 4330, ou seja votaram contra os trabalhadores, gostaríamos de aproveitar para registrar o voto contrario do deputado Federal Bebeto Galvão do PSB que também é dirigente da Força Sindical Bahia, a esse projeto que tira direitos dos trabalhadores, parabéns Bebeto por está do lado das categorias classistas. 


Agora conheçam os deputados da Bahia que estão contra os trabalhadores no Brasil, votando sim ao PL 4330.
DEM
Claudio Cajado,
Elmar Nascimento
José Carlos Aleluia
Paulo Azi

PDT
Félix Mendonça Júnior

PP
Cacá Leão
Roberto Britto
Ronaldo Carletto

PR
João Carlos Bacelar

PRB
Tia Eron

PSC
Irmão Lazaro
Erivelton Santana

PSD
Fernando Torres
José Carlos Araújo
José Nunes
Sérgio Brito

PSDB
Antonio Imbassahy
João Gualberto
PTB
Benito Gama

Solidariedade
Arthur Oliveira Maia